quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Poema

Ninguém é uma ilha, ninguém é completo em si mesmo. 
Cada ser humano é um pedaço do continente, uma parte da terra. 
Se o mar leva uma porção de terra, toda a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, ou a casa de teus amigos ou atua própria casa. 
A morte de qualquer ser humano me diminui, porque estou ligado à humanidade. 
Portanto, nunca perguntes por quem os sinos dobram. Eles dobram por ti. 
(Poema de John Donne - no livro de Roberto Crema: Mensagens do Deserto).


Mandala by Cynthia Marsola