domingo, 20 de outubro de 2013

Dica de Filme: "A outra Face da Raiva"

imagem google
Não dá para fingirmos que não SENTIMOS raiva em determinados momentos de nossas transformações. A questão é, o que vamos fazer com esse sentimento todo dentro de nós?

Olhamos e aceitamos ou continuamos a nos enganar que não é nada?

Ressentimentos e raiva podem nos destruir e junto levar pessoas que amamos à certas "doenças".

A escolha é sua. Vai ficar em que lado da raiva?

O saudável, o produtivo?

Ou

O patológico, o "destrutivo"?

Podemos olhar e transcender ou continuar a esconder e dizer a nós mesmos, não é comigo?

Um belo filme e uma atração e tanto emocionalmente falando. Eu recomendo!